Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudanti.
Follow me on instagram
Follow Me
Search
TOP
Diário de Um Criminalista - Análise do Pacote Anticrime Sancionado - Marcelo Campelo Advogado
16033
post-template-default,single,single-post,postid-16033,single-format-standard,eltd-core-1.1.2,eltd-boxed,awake-ver-1.2,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-default-style,eltd-fade-push-text-right,eltd-header-standard,eltd-sticky-header-on-scroll-down-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-default,eltd-,eltd-fullscreen-search eltd-search-fade,eltd-side-menu-slide-from-right,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

Blog

Marcelo Campelo Advogado / Diário de um Criminalista  / Diário de Um Criminalista – Análise do Pacote Anticrime Sancionado

Diário de Um Criminalista – Análise do Pacote Anticrime Sancionado

O pacote anticrime sancionado pelo Presidente da República, alterou o Art. 51 do Código Penal, cuja redação era a seguinte:

Art. 51 – Transitada em julgado a sentença condenatória, a multa será considerada dívida de valor, aplicando-se-lhes as normas da legislação relativa à dívida ativa da Fazenda Pública, inclusive no que concerne às causas interruptivas e suspensivas da prescrição. 

A nova redação foi a seguinte:

Art. 51. Transitada em julgado a sentença condenatória, a multa será executada perante o juiz da execução penal e será considerada dívida de valor, aplicáveis as normas relativas à dívida ativa da Fazenda Pública, inclusive no que concerne às causas interruptivas e suspensivas da prescrição.

A mudança ocorrida foi a alteração da competência jurisdicional, qual seja, antes a execução das multas era realizada nas Vara da Fazenda, que realmente estão abarrotadas de processos executivos fiscais, falências , referentes à funcionários públicos dentre outro. Realmente a alteração provavelmente trará mais celeridade ao processo de execução das multas.

O problema que será enfrentado é a especialização dos magistrados, principalmente nas capitais e grandes cidades, onde existem varas criminais especializadas, em pequenas comarcas, nas quais os magistrados atendem diversas competência não causará tanto problema, ois j´[a lida com tal problema.

Além da dificuldade em lidar com matéria avessa à execução penal, pois o juiz terá que determinar bloqueio de bens, bacenjud, renajud, ofício à bancos, receita federal, poderá se desfocar de sua missão principal que é a execução da pena e análise de todos os procedimentos afeitos ao procedimento. O magistrado deverá priorizar os seus trabalhos pois deverá sempre analisar uma progressão de regime antes da execução de multa, o que pode levar a problemática anterior da demora na cobrança. 

A realidade do dia a dia demonstrará se funciona ou não, mas de qualquer forma a lei deverá ser cumprida.

Marcelo Campelo

Advogado Criminalista

OAB/PR 31366

marcelocampelo.adv.br
marcelo@marcelocampelo.adv.br
(41) 30538800
(41)9 99144464
Rua Francisco Rocha, 62 CJ 1903, Curitiba, Paraná, Brasil, .
redes sociais
https://www.facebook.com/marcelocampeloadvocacia/?ref=bookmarks
https://www.instagram.com/marcelocampeloadvocacia/
https://www.linkedin.com/company/marcelocampeloadvogaciacriminal/?viewAsMember=true
https://twitter.com/campeloadvocaci

#advogadocriminalista #advogadocriminal #direitopenal #direitocriminal #direitopenal #direitoprocessualpenal #audienciadecustodia #prisao #liberdade #prisaotemporaria #prisaopreventiva #inquerito #delegado #juiz #promotor #reu #acusado #acusacao #tribunal #vara #desembargador #ministro #stj #stf #tj #procuradoria #ministeriopublico #coaf #cgu #jurisprudencia #acordao

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

× chamar