Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudanti.
Follow Me
Categorias do Blog
Últimos Posts
Arquivos
Search
TOP
Diário de um Criminalista – Delegacia para Advogado Criminalista - Marcelo Campelo Advogado
15534
post-template-default,single,single-post,postid-15534,single-format-standard,eltd-core-1.1.2,eltd-boxed,awake-ver-1.2,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-default-style,eltd-fade-push-text-right,eltd-header-classic,eltd-sticky-header-on-scroll-down-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-default,eltd-,eltd-fullscreen-search eltd-search-fade,eltd-side-menu-slide-from-right,wpb-js-composer js-comp-ver-6.7.0,vc_responsive

Diário de um Criminalista – Delegacia para Advogado Criminalista

Marcelo Campelo Advogado / Diário de um Criminalista  / Diário de um Criminalista – Delegacia para Advogado Criminalista
advogado criminalista

Diário de um Criminalista – Delegacia para Advogado Criminalista

Curitiba, 18 de janeiro de 2019

Diário de uma Criminalista – Delegacia para o Advogado Criminalista

Se tem um lugar que todo o advogado criminalista irá com frequência é a delegacia. Enfrentará interrogatórios, depoimentos, protocolos, negativas, exercício de paciência, enfim, aqueles que militam como advogados criminalista passarão por todas as emoções perante as Autoridades Policiais, sejam elas escrivães, delegados, investigadores, carcereiros, superintendentes, todos que também militam na área como servidores públicos.

A minha tática para atuar com as autoridades sempre foi a conversa, pois assim você consegue expor suas idéias e conseguir o que precisa e se negado a pessoa terá que se explicar também em conversa. Também faço uso de muita educação e cordialidade. Um advogado criminalista extremamente educado é raro, por isso utilizo muito desta ferramenta, porque ninguém poderá utilizar de desculpas para não atender um pedido meu. Para negar terá sim que se justificar e explicar a negativa.

Por diversas vezes a truculência foi o mecanismo utilizado por autoridades para não conceder algum pedido. Com conversa, educação, cordialidade e paciência, características que todo o advogado criminalista deve possuir, a truculência vai diminuindo. E com o andamento do inquérito se começam os entendimentos.

A Polícia Civil deveria treinar seus membros para não tratar os advogados criminalistas como inimigos. Um precisa do outro. O que seria do processo sem a Polícia e ao contrário, sem os advogados. Da mesma forma a Oab poderia preparar os advogados para a tratativa cordial com as autoridades. neste caminho também poderia seguir o Ministério Público e o Judiciário, pois todos trabalham no processo em funções distintas, com o mesmo grau de importância.

Os conselhos nacionais CNJ e CNMP bem como a OAB Nacional deveriam apoiar e realizar campanhas para que os operadores do direito sejam parceiros mesmo que em lados opostos.

A Advogacia é regida pela Lei 8906/94, A Magistratura é regida pela Lei Complementar nº 35 de 1979, o Ministério Público pela Lei 8625/93, já a Polícia Civil do Paraná tem seu estatuto. Assim todos tem obrigações e deveres estabelecidos e lei que delimitam bem o que cada um pode fazer e exigir. Assim cabe a cada um atuar sempre com educação, respeito, cordialidade e paciência, não se considerando inimigos. O exemplo sempre é a melhor forma de ensinar.

Por hoje é só. Este advogado criminalista terá mais para amanhã

Marcelo Campelo

OAB/PR 31366.

marcelocampelo.adv.br
marcelo@marcelocampelo.adv.br
(41) 30538800
(41) 99914-4464
redes sociais
https://www.facebook.com/marcelocampeloadvocacia/?ref=bookmarks
https://www.instagram.com/marcelocampeloadvocacia/
https://www.linkedin.com/company/marcelocampeloadvogaciacriminal/?viewAsMember=true
https://twitter.com/campeloadvocaci

 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

× chamar