Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudanti.
Follow Me
Categorias do Blog
Últimos Posts
Arquivos
Search
TOP
Diário de um Criminalista – Do Advogado Criminalista - Marcelo Campelo Advogado
15544
post-template-default,single,single-post,postid-15544,single-format-standard,eltd-core-1.1.2,eltd-boxed,awake-ver-1.2,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-default-style,eltd-fade-push-text-right,eltd-header-classic,eltd-sticky-header-on-scroll-down-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-default,eltd-,eltd-fullscreen-search eltd-search-fade,eltd-side-menu-slide-from-right,wpb-js-composer js-comp-ver-6.7.0,vc_responsive

Diário de um Criminalista – Do Advogado Criminalista

Marcelo Campelo Advogado / Diário de um Criminalista  / Diário de um Criminalista – Do Advogado Criminalista
advogacia criminal marcelo campelo advogado criminalista

Diário de um Criminalista – Do Advogado Criminalista

Diário de Um Criminalista – Do Advogado Criminalista

advogacia criminal marcelo campelo advogado criminalista

advogacia criminal marcelo campelo advogado criminalista

Como definir a profissão mais bonita? Pelo menos para mim que estou no dia a dia do direito criminal. Para se trabalhar nesta área criminal é preciso ser muito humano e entender os problemas sociais e acreditar numa defesa justa, técnica e que qualquer um pode cometer erros e deve pagar pelo que fez estritamente.

Na área criminal, o advogado especialista precisa diariamente acompanhar as decisões afim de encontrar as que melhor se adaptam a seus clientes, pois por mais que se tente padronizar, os fatos humanos não são matemáticos e nenhum é igual ao outro. Nas áreas afeitas as condutas humanas, como o direito criminal, o advogado criminalista não terá uma vida monótona, pois o raciocínio humano e criativo que fará a diferença em suas defesas criminais.

Um advogado criminalista sempre deve estar preparado, pois contra ele, e digo assim, “contra” porque o sistema estatal, quer de qualquer modo condenar seu cliente, e a favor deste sistema esta o Judiciário, Promotoria, Polícia e por muitas vezes a sociedade.

advogacia criminal marcelo campelo advogado criminalista

O advogado criminalista tem apenas o direito, as leis, a jurisprudência e sua criatividade ao seu lado. Em suas defesas criminais tem que convencer quem muitas vezes já tem uma opinião formada sobre o caso e procura as provas para condenar. Portanto, não se pode dizer que o processo criminal é justo, na realidade sempre entramos em desvantagem, posto que todo um sistema processual penal e criminal esta pronto para condenar e assim o fará. Nosso papel como advogado criminalista e especialista é desmontar as provas e depoimentos, bem como encontrar as fragilidade afim de que nosso cliente seja condenado de forma justa.

Se o juiz que decretou quebra de sigilo, prisão temporária, preventiva ou demais medidas cautelares antes do processo penal propriamente dito, com todo o contraditório, for o mesmo que proferirá a sentença condenatória, o advogado criminalista terá que ser bem competente tecnicamente, pois o juízo a culpa já foi formado e para desmontá-lo será necessário muito trabalho.

O conhecimento das leis processuais, como o Código de Processo Penal, para garantir a aplicação dos procedimentos não é fundamental, é uma questão de vida ou morte, pois nem queira ser advogado criminalista se não o souber de cor. Da mesma forma, o Código Penal, também é outro caderno legislativo que  o advogado criminalista deve conhecer profundamente, pois nele estão as condutas pelas quais os  agentes podem ser condenados, as leis extravagantes também, como a lei de crimes do colarinho branco e a lei antidrogas. A necessidade deste conhecimento esta no sentido de que a punição criminal deve ser única e exclusivamente pelo previsto na lei. Por exemplo o Art. 121, do Código Penal., cuja redação é matar alguém, significa que é matar, extinguir a vida e não ameaçar, bater, surrar, pois se for outra conduta, trata-se de outro crime se previsto, ou de um não crime, ou atipicidade como os advogados da área criminal chamam.

Enfim, amanhã contamos outras curiosidades do direito criminal.

Marcelo Campelo

OAB/PR 31366

Advogado Criminalista Especialista

marcelocampelo.adv.br
marcelo@marcelocampelo.adv.br
(41) 30538800
(41) 99914-4464

redes sociais
https://www.facebook.com/marcelocampeloadvocacia/?ref=bookmarks
https://www.instagram.com/marcelocampeloadvocacia/
https://www.linkedin.com/company/marcelocampeloadvogaciacriminal/?viewAsMember=true
https://twitter.com/campeloadvocaci

 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

× chamar