Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudanti.
Follow Me
Categorias do Blog
Últimos Posts
Arquivos
Search
TOP
Diário de um Criminalista – Advogado Criminal uma Vocação - Marcelo Campelo Advogado
15574
post-template-default,single,single-post,postid-15574,single-format-standard,eltd-core-1.1.2,eltd-boxed,awake-ver-1.2,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-default-style,eltd-fade-push-text-right,eltd-header-classic,eltd-sticky-header-on-scroll-down-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-default,eltd-,eltd-fullscreen-search eltd-search-fade,eltd-side-menu-slide-from-right,wpb-js-composer js-comp-ver-6.7.0,vc_responsive

Diário de um Criminalista – Advogado Criminal uma Vocação

Marcelo Campelo Advogado / Diário de um Criminalista  / Diário de um Criminalista – Advogado Criminal uma Vocação
advogado criminalista marcelo campelo

Diário de um Criminalista – Advogado Criminal uma Vocação

Diário de um Criminalista – Advogado Criminal uma Vocação.

Estamos no começo do ano, por isso estou focando estes primeiros post não tanto na matéria penal e processual penal propriamente dita estou cuidando mais da vida do advogado criminal e suas mazelas.

Um ponto importante para quem quer atuar na área criminal é gostar de pessoas e saber ouvir. Falo isso porque não existe a mínima possibilidade de se trabalhar como advogado criminal sem amar estar com pessoas. Queira ou não queira a maioria das disciplinas do direito são relacionadas a comportamento humano, imagine o direito criminal, cuja origem esta propriamente na ação humana e na vontade. Sempre haverá gente envolvida e o advogado criminal será aquele que enfrentará as forças estatais para defender aquela pessoa acusada de ter cometido um ato. A psicologia envolvida, a paciência, o tratamento com a família são fundamentais.

Os primeiros pontos da defesa serão extraídos da primeira conversa com o cliente e após isso o advogado criminal terá que passar a explicar todos os confusos procedimentos jurídicos e seus milhares de entendimentos, e os porquês das decisões da cada juiz e dos entendimentos dos promotores divergirem tanto. No escritório é importante ter sempre um organograma dos Tribunais, pois ter-se-á que explicar as quatro instâncias existentes em nosso país. Veja, de uma audiência de custódia pode derivar um pedido para revogar a prisão preventiva, que se negado pode se tornar um recurso em sentido estrito ou um habeas corpus para o tribunal estadual, que pode se tornar um recurso ordinário constitucional em habeas corpus e um habeas corpus para o STJ e por fim, muito brevemente pode se tornar um recurso ordinário em habeas corpus ou um habeas corpus para o STF, explique para um leigo esta confusão de recursos para se pedir a liberdade.

marcelo campelo

marcelo campelo

E para tornar mais sofrida a vida, no trâmite deste recursos pode ser impetrados embargos de declaração para sanar obscuridade, contradição ou omissão de uma decisão, bem como também os famosos embargos infringentes, que se tornaram famosos com o LULA. Talvez essa seja a maior dificuldade para o criminalista, o imponderável, a imprevisibilidade das decisões.

A melhor forma de se lidar com estas situações processuais é manter a transparência com a família e com o cliente e mostrar todos os pontos de uma petição, seja ela qual for, A conversa e o entendimento fazem com que todos estejam do mesmo lado  e os clientes entendam sua situação.

Por isso o relacionamento e o saber ouvir são tão importantes nesta linda profissão essencial à democracia.

marcelocampelo.adv.br
marcelo@marcelocampelo.adv.br
(41) 30538800
(41) 99914-4464

redes sociais
https://www.facebook.com/marcelocampeloadvocacia/?ref=bookmarks
https://www.instagram.com/marcelocampeloadvocacia/
https://www.linkedin.com/company/marcelocampeloadvogaciacriminal/?viewAsMember=true
https://twitter.com/campeloadvocaci

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

× chamar