Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudanti.
Follow Me
Categorias do Blog
Últimos Posts
Arquivos
Search
TOP
Dia do Sindico - Marcelo Campelo Advogado
16530
post-template-default,single,single-post,postid-16530,single-format-standard,eltd-core-1.1.2,eltd-boxed,awake-ver-1.2,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-default-style,eltd-fade-push-text-right,eltd-header-classic,eltd-sticky-header-on-scroll-down-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-default,eltd-,eltd-fullscreen-search eltd-search-fade,eltd-side-menu-slide-from-right,wpb-js-composer js-comp-ver-6.7.0,vc_responsive

Dia do Sindico

Dia do Sindico

Se tem um profissional que tem que ser parabenizado é o síndico porque para exercer esta função tem que ser vocacionado. Não basta querer, tem que ter talento, pois o problema surge a qualquer momento, a qualquer hora, não tem dia, não tem final de semana, não existe feriado para a bomba da caixa da água estragar, o portão quebrar bem na véspera de Natal, condôminos irem às vias de fato de madrugada e o coitado do síndico ter que separar e  chamar a polícia, situações inusitadas que só quem exerce a função sabe do que estou dizendo.

Eu nunca fui e nunca serei síndico. Realmente não tenho o perfil. Minha experiência na área condominial foi no início de carreira em um escritório especializado na área de condomínios. eu fazia o trabalho de participar da reuniões de condomínio, como advogado para orientar às dúvidas dos presentes. Os candidatos a síndico tinha um tempo determinado para fazer as suas propostas,uma espécie de horário político e depois um pequeno debate. de vez em quando as coisas perdiam o controle e a reunião se encerrava. 

Viver em condomínio não é para qualquer um todos devem ceder para construir um ambiente propício a boa convivência, mas coloque isso na cabeça das pessoas, poucos entendem.  Na realidade, nos meus 44 anos de vida percebi que as pessoas pensam muito nelas mesmas e pouco na coletividade e, infelizmente, a vida em condomínio é um eterno cabo de força e quem está no meio, o síndico.

O síndico tem muitas responsabilidades que podem, inclusive responsabilizá-lo civilmente e criminalmente, como a gestão financeira e a prestação de contas do condomínio. Se faltar dinheiro  ele terá que repor e, dependendo do caso, responder por apropriação indébita que dá uma cadeia respeitável. Por isso, o síndico deve trazer a sua administração com muita seriedade, cuidado, clareza, documentação e transparência, quanto mais os números estiveram abertos e as pessoas tiveram acesso aos resultados menos será a dor de cabeça, que digo, por experiência de 20 anos de advocacia, sempre terá. 

Assim, desejo muitas felicidades e sucesso a esses corajosos profissionais que assumem com coragem a função de administrar os condomínios, mesmo sabendo da árdua tarefa que terão pela frente. 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

× chamar