Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudanti.
Follow Me
Categorias do Blog
Últimos Posts
Arquivos
Search
TOP
DIA DA JUSTIÇA – QUAIS OS ÓRGÃOS DO PODER JUDICIÁRIO? - Marcelo Campelo Advogado
16572
post-template-default,single,single-post,postid-16572,single-format-standard,eltd-core-1.1.2,eltd-boxed,awake-ver-1.2,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-default-style,eltd-fade-push-text-right,eltd-header-classic,eltd-sticky-header-on-scroll-down-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-default,eltd-,eltd-fullscreen-search eltd-search-fade,eltd-side-menu-slide-from-right,wpb-js-composer js-comp-ver-6.7.0,vc_responsive

DIA DA JUSTIÇA – QUAIS OS ÓRGÃOS DO PODER JUDICIÁRIO?

Marcelo Campelo Advogado / Diário de um Criminalista  / DIA DA JUSTIÇA – QUAIS OS ÓRGÃOS DO PODER JUDICIÁRIO?
dia da justiça marcelo campelo criminalista

DIA DA JUSTIÇA – QUAIS OS ÓRGÃOS DO PODER JUDICIÁRIO?

Hoje se comemora o Dia da Justiça. Esta data é feriado no Poder Judiciário e todas as Instituições relacionadas, como o Ministério Público, Defensoria, menos a advogacia, pois esta não tem folga. Brincadeiras à parte, o dia se tornou feriado em 1945 através do Decreto-Lei 8292/1945. Porém, a data já era comemorada, inclusive com feriado, desde o ano de 1940.

Mas, antes de tratar especificamente do Poder Judiciário, gostaria de trazer alguns conceitos de justiça. Para ajudar a definir justiça, comecemos pela Deusa “Justitia”, venerada pelos antigos romanos cuja simbologia nos ensina a entender os princípios básicos de justiça.

A Deusa Justitia tinha os olhas vendados, pois não poderia ver quem estava sendo julgado, por entender que todos são iguais perante à lei. Em uma das mão carrega uma balança, para demonstrar o equilíbrio da lei e das decisões, cujo teor sempre será de acordo com o previsto nos textos legais de forma fundamentada. E do outro lado, a espada, para demonstrar a força da justiça que quando necessário agirá com toda energia possível para garantir a paz social. 

O filósofo grego Aristóteles, justiça significa legalidade e igualdade, assim, justo é aquele que cumpre a lei quanto aquele que realiza a igualdade, o conceito universal de justiça.

Para a Igreja Católica, cujos conceitos tem muita influência em nossa sociedade, a justiça é uma das quatro virtudes cardinais, e seu conceito é a constante e firme vontade de dar aos outros o que lhe é devido.

Portanto, justiça seria igualar todos perante a lei de forma a pacificar os conflitos sociais, com a entrega de decisões fundamentadas,  que se não cumpridas a força, “a espada” atuará em favor de todos. 

Quem representa a justiça em nosso país é o Poder Judiciário, através de seus  membros, os juízes. A nossa Constituição divide o Judiciário em Estadual e Federal. O primeiro julga matérias relativas, claro a questões estaduais. Melhor exemplificar, direito civil, divórcio, condomínio, homicídio, furto, roubo, tráfico, cobrança de impostos estaduais e municipais, direito fiscal, consumidor, direito administrativo, eu diria que seria o dia a dia da população. O famoso Juizado de Pequenas Causas é vinculado ao Poder Judiciário Estadual.  Os juízes são os representantes da primeira instância, aqueles que julgam os casos realmente, que tem contato com as partes, que proferem a sentença. Os Desembargadores trabalham nos Tribunais de Justiça e atuam, de uma forma muito simplificada, em recursos. 

A Justiça Federal, composta pelos Juízes Federais e Desembargadores Federais, que compõem os Tribunais Regionais Federais,  julgam as questões que envolvem a União Federal e suas empresas Públicas e Autarquias. Por exemplo, tributos federais são julgados perante a Justiça Federal, casos que envolvem a Caixa Econômica Federal também são julgadas perante a Justiça Federal, crimes ocorrido na fronteira, em aeroportos são julgados pela Justiça Federal, como tráfico ilícito de entorpecentes, contrabando, por exemplo a lava jato tramitou na Justiça federal porque envolveu fraudes perante o Governo Federal e a Petrobrás, uma empresa Pública. 

A título de exemplo, existem duas justiças especializadas, a Justiça Eleitoral e a Justiça do Trabalho. A primeira, responsável pela nossa democracia, cuida de nossos cartórios eleitorais,  organização das eleições, crimes cometidos por candidatos, eleitores, aceitação e impugnação de candidatura. Outra justiça especializadas é a justiça militar que de tal especializada prefiro não falar. 

A Justiça do Trabalho não há quem não conheça, pois é a que mais está próxima da população. Trata das relações do trabalho. Surgiu com a CLT, Consolidação das Leis do Trabalho e continua até hoje fazendo seu serviço de garantir a saúde das relações de emprego.

Os Tribunais Superiores que se relacionam com o Poder Judiciário mencionado anteriormente, são: Tribunal Superior do Trabalho, Tribunal Superior Eleitoral, Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal. Não existe o mais importante, pois cada um trata de uma matéria específica. Mas se fosse para definir o mais destacado, consideraria o Supremo Tribunal Federal, pois julga as questões Constitucionais, portanto é o guardião de nossa lei maior, do fundamento de nosso país.

O propósito deste artigo seria informar ao leitor a importância de conhecer o conceito de justiça e os órgãos que compõem o Poder Judiciário. A informação aproxima o povo das instituições e os faz acreditar no sistema, por isso quanto mais puder informar mais o farei.

Marcelo Campelo Advogado Criminalista

OAB/PR 31366
marcelocampelo.adv.br
marcelo@marcelocampelo.adv.br
(41) 30538800
(41)9 99144464
https://www.marcelocampelo.adv.br/index.php/quem-somos/
https://www.marcelocampelo.adv.br/index.php/areas-de-atuacao-2/
Rua Francisco Rocha, 62 CJ 1903, Curitiba, Paraná, Brasil, .

    advogado criminal advogado criminalista advogado de defesa art 217 Care codigo de processo penal codigo penal Colors crime crimes crimes digitais criminalista desembargador direito criminal direito médico direito penal direito processual penal direitos do réu empresariais estelionato estupro furto habeas corpus Healthy Home Ideas importunação sexual Inspiration juiz liberdade provisória Lifestyle marcelo campelo marcelo campelo advogado criminalista ministério publico oab pe 31366 Prisão Preventiva promotor responsabilidade civil sonegação stf stj Supremo tribunal federal tjpr Travel Work

    No Comments

    Sorry, the comment form is closed at this time.

    × chamar