Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudanti.
Follow Me
Categorias do Blog
Últimos Posts
Arquivos
Search
TOP
Dentista Preso - Marcelo Campelo Advogado
17250
post-template-default,single,single-post,postid-17250,single-format-standard,eltd-core-1.1.2,eltd-boxed,awake-ver-1.2,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-default-style,eltd-fade-push-text-right,eltd-header-classic,eltd-sticky-header-on-scroll-down-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-default,eltd-,eltd-fullscreen-search eltd-search-fade,eltd-side-menu-slide-from-right,wpb-js-composer js-comp-ver-6.9.0,vc_responsive

Dentista Preso

Dentista Preso

Justiça solta dentista que armazenava material de pornografia infantil
Flagrante aconteceu na manhã de ontem (31), no consultório odontológico onde o suspeito atendia

O dentista e professor universitário de 52 anos, preso com material de abuso sexual infantil, teve a liberdade provisória concedida pela Justiça em audiência de custódia realizada na manhã desta quarta-feira (1º). A decisão foi do juiz Francisco Vieira de Andrade Neto.

O flagrante aconteceu na manhã de ontem (31), no consultório odontológico onde o suspeito atendia, no Jardim dos Estados, região nobre da Capital. No local, foram apreendidos 4 CPUs, 1 HD e 1 celular. Buscas também foram feitas no carro do autor, um Jeep Compass cinza.

Segundo a delegada Fernanda Mendes, titular da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), o dentista já era monitorado havia 6 meses e foi preso pelos crimes de armazenar, disponibilizar e compartilhar arquivos com conteúdo de pornografia infantil.

Além de pornografia infantil, o dentista armazenava arquivos de mulheres e zoofilia (sexo envolvendo animais) nos computadores apreendidos. Apesar disso, apenas as imagens envolvendo crianças e adolescentes eram apagadas por ele. Acompanhado de três advogados, o dentista prestou depoimento à polícia na tarde de ontem. Para a delegada Fernanda Mendes, ele confessou que baixava o material e apresentou duas justificativas.

“Falou que era por curiosidade e também para orientar as filhas”, explicou a delegada. O investigado tem duas filhas menores de idade e não deu detalhes sobre quais tipos de orientações seriam repassadas às garotas. Em outro momento, ele ainda declarou que não sabia que ver pornografia infantil era crime. – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

× chamar